LIVROS

 

 Gestão de Agências de Viagens e Turismo

2018

A constante evolução da internet nesta década tem provocado alterações profundas no turismo, revolucionando os conceitos de negócio, as cadeias de valor, os processos organizacionais e a forma de (re)distribuir o produto turístico. Devido à presença quase irrefreável destas mudanças em toda a atividade turística, torna-se imperativo que todos os players estejam atentos e atualizados a fim de garantirem a sobrevivência das suas organizações num mercado global cada vez mais competitivo.

Com a leitura deste livro percebe-se que a internet não é a ameaça pensada mas a oportunidade desejada às agências de viagens e operadores turísticos, na medida em que lhes proporciona uma renovação de todo o processo operacional, estrutural e estratégico, criando acesso a um mercado mais alargado de clientes e fornecedores e a formas de gestão mais adequadas, que se prendem com a forte redução nos custos de comunicação e operação e no aumento na eficiência, produtividade, competitividade e interatividade.

Esta publicação é composta por abordagens muito objetivas relativamente à prática organizada do turismo. Com o intuito de facilitar o enquadramento do leitor, iniciamos este livro com uma abordagem alargada do que entendemos por turismo, analisando definições de diversos autores, a sua caracterização, vantagens, desvantagens, dilemas e êxitos. Abordam-se também de forma exaustiva os operadores turísticos e as suas intervenções no panorama do mercado nacional, e os diferentes tipos de atividades relacionados com os diferentes tipos de Agências de Viagens e Transportes. Apresentam-se abordagens distintas concernentes às várias organizações empresariais que operam na distribuição turística, quer tradicionais, quer modernas. Inserimos nesta edição um ponto novo relacionado com a importância da atividade turística na economia nacional, onde apresentamos o contexto económico do turismo em números atualizados. Conceptualizamos, caracterizamos e identificamos ainda o exercício das mesmas e aludimos, também, às novas tecnologias de comunicação e informação adaptadas ao turismo.

Adicionou-se nesta nova versão do livro um ponto relacionado com as Online Travel Agencies OTA’s, em que se explica o seu conceito, as suas origens, a sua história, a sua forma de operação na atividade turística e apresenta-se um conjunto de casos de estudo reais. Estuda-se também a programação de viagens turísticas organizadas (pacotes turísticos) desenvolvendo o tipo de programas e características, elementos fundamentais na construção desses desígnios, informações gerais do destino e parceiros que em conjunto colaboram na construção e gestão desses programas turísticos, dando grande destaque ao exercício de guia intérprete. De forma a continuarmos na sonda da inovação neste livro, juntámos um novo capítulo - Sistemas Integrados de Gestão das Agências de Viagens – fortemente vinculado à situação real que os intermediários turísticos vivem hoje no panorama mundial, tentando responder aprofundadamente a questões de elevado interesse como a Desintermediação e Re-intermediação das agências de viagens. Quisemos ir ainda mais além nesta grande temática e incidimos a nossa investigação sobre os Sistemas Integrados de Gestão de agências de viagens, analisando a sua arquitetura funcional, as características dos motores de busca (Business Engines) e as tendências destas novas tecnologias integradas. Abordam-se por fim as áreas tecnológicas que têm contribuído fortemente para a ‘revolução’ da atividade turística, nomeadamente as formas de comunicação digital ao dispor dos intermediários turísticos, dividindo-as por: (i) A internet e o turismo; (ii) Websites funcionais e eficazes; (iii) Redes sociais rentáveis; (iv) Aplicações móveis [App] e o turismo; (v) O «boom» do e-commerce no turismo; (vi) A blogosfera ao serviço do turismo; e (vii) Travel Recommender Systems, Motores de busca e Portais de compra coletiva.


Este livro inclui contribuições dos seguintes especialistas:

Alcina Sousa

Faculdade de Artes e Humanidades, Universidade da Madeira

Alfonso VARGAS SÁNCHEZ 

Depto. de Dirección de Empresas y Marketing, Universidad de Huelva

António Sérgio Araújo de Almeida

CiTUR – Centro de Investigação Aplicada em Turismo
Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), IPLeiria

Brankica Todorovic

School of Economics, Uzice, Serbia

Elisabete Rodrigues

Instituto Politécnico de Portalegre

Jorge Abrantes

ESHTE, Universidade Aberta e ISEC Lisboa

Nuno Gustavo

ESHTE

Ricardo José Espírito Santo de Melo

Escola Superior de Educação (ESEC), Instituto Politécnico                                                          de Coimbra (IPC), UNICID, IRNIST

Ricardo José Espírito Santo de Melo

Escola Superior de Educação (ESEC), Instituto Politécnico                                                          de Coimbra (IPC), UNICID, IRNIST

 

Nuno Mateus

Solférias - Operadores Turísticos, S.A.

Eduardo Cabrita 

MSC Cruises

Sónia Morais Madureira e Castro

Turinvicta Viagens e Turismo Lda.

Rui Mário Oliveira

Viagens Lugares de Sonho

Nuno Fouto

Grupo Avoris Portugal

 

Mais informação aqui.



 

 Produtos, Mercados e Destinos Turísticos

2016

Considerado como um dos conjuntos de atividades mais consolidado do mundo, o turismo atingiu tal patamar que se revela incontornável investigá-lo e estudá-lo da forma mais eficaz e aplicada possível dos produtos, mercados e destinos turísticos de hoje. Apostando na inovação como mecanismo que potencia o empreendedorismo e a criatividade dos projetos, a par da formação que se exige que permaneça numa base constante em toda a vida, esta publicação traz até si uma reflexão e discussão conjuntas sobre o contributo da formação e inovação no turismo. Neste enquadramento, o leitor encontra aqui diversos e abonados testemunhos de personalidades que fazem do turismo a sua vida. O livro está dividido em duas grandes partes: a primeira é constituída por valiosos e exclusivos contributos de 16 investigadores de turismo internacionais e a segunda pelos distintos artigos premiados nas Jornadas Científicas Internacionais de Turismo ISCE_2014.

Nuno Alexandre Abranja

 

 

Nota biográfica dos editores 

 

Nuno Abranja

Doutorado em Empreendedorismo Turístico. Mestre em Gestão e Desenvolvimento em Turismo. Licenciado em Planeamento do Desenvolvimento Turístico. É diretor e docente do Departamento de Turismo do ISCE. Codiretor da empresa OMelhorDoTurismo. Consultor, business coach em Turismo. Editor executivo do Tourism and Hospitality International Journal.

Ana Ricardo Marques

Doutoranda em Turismo. Licenciada em Turismo. É cocoordenadora e professora assistente na licenciatura em Turismo no ISCE. Formadora certificada em Turismo, Animação Turística e Organização de Eventos em cursos técnico profissionais. Editora adjunta do Tourism and Hospitality International Journal. Codiretora da empresa OMelhorDoTurismo.

Ana Afonso Alcântara

Doutoranda em Turismo. Mestre em Gestão Estratégica e Desenvolvimento do Turismo. Licenciada em Turismo. Professora convidada no ISCE e na ESTM-IPL e formadora certificada em Turismo e Organização de Eventos em diversas instituições. Investigadora nas áreas de Turismo Sénior, Envelhecimento Ativo e Turismo de Saúde e Bem-Estar.

Filipa Coelhoso

Doutorada em Psicologia da Saúde. Professora Adjunta no ISCE. Membro da Comissão Organizadora das Jornadas Científicas Internacionais de Turismo do ISCE, desde 2010. Foi cocoordenadora dos livros "Turismo acessível: Estudos e Experiências” (2010), "Turismo, Formação e Inovação: Estudos e Experiências” (2012) e “Produtos, Mercados e Destinos Turísticos” (2015).

Ricardo Viseu Ferreira

Licenciado em Economia e Mestre em Gestão de Empresas/Turismo, na especialidade de Planeamento e Estratégia Empresarial. Técnico Oficial de Contas. Diretor do Centro de Formação Dr. Know. Consultor Externo para a área bancária. Professor convidado no ISCE, nas unidades de Contabilidade e Estatística. Co-autor de Livros da área de Economia."

Maria Teresa Ribeiro 

Mestranda em Ciências da Educação. Licenciada em Animação Sociocultural. Professora Assistente no ISCE. Consultora de projetos na área social. Membro de comissões organizadoras de Congressos, Ciclo de Conferências e Jornadas Científicas de Animação Sociocultural, Educação e Turismo. Publicações nas áreas de Educação e Animação Sociocultural.

 

Produtos, Mercados e destinos Turisticos

Download


 


Turismo Formação e Inovação: Estudos e experiências

2012

Considerado como um dos conjuntos de atividades mais consolidado do mundo, o turismo atingiu um patamar tal que já não passa despercebido a ninguém e ninguém pretende desperceber-se desta prática. Há quem a designe de indústria da paz, há quem prefira indústria de sonhos, a certeza porém é que o turismo é uma realidade incontornável na economia, sociedade, cultura, ambiente e política de um indeterminado número de regiões. Pela elevada importância e contributo desta “ciência” na vida de milhões de protagonistas turísticos, a Formação e a Inovação aparecem como palavras de ordem indissociáveis do Turismo, uma vez que a dimensão desta atividade implica naturalmente a aposta na formação turística, não só ao nível do superior, incluindo os três ciclos de Bolonha, mas também nos vários patamares do ensino básico e secundário. A inovação surge como o elemento diferenciador das regiões, onde impera uma obrigação de construir ou redefinir produtos e serviços que se distingam pela sua singularidade e ousadia

Índice

Mais informação aqui.

 

  Gestão de Agências de Viagens e Turismo

2012

Os produtores turísticos têm vindo a reduzir as comissões, provocando o consequente aumento dos preços praticados pelos intermediários. Por outro lado, esta redução de comissões prende-se também com as unidades de alojamento turístico, que veem nas novas tecnologias oportunidades de se aproximarem do cliente final, prescindindo dos intermediários. Face a esta situação aparentemente insustentável, surge a necessidade de conceptualizar, caracterizar e estudar a problemática do turismo, da viagem e do produto turístico, o exercício dos operadores turísticos e das agências de viagens tradicionais, o novo paradigma das agências de viagens virtuais e centrais de reservas. Aprofunda-se, também, as novas tecnologias de comunicação e informação adaptadas ao turismo, bem como a informação, a qualidade e o aproveitamento da internet, o e-Commerce as redes sociais digitais ao serviço do turismo.

São apresentadas opiniões de sete profissionais de turismo sobre a política de produto/serviço, de recursos humanos, parcerias, relações de negócios, comunicação social e formação, sobre a crise atual, as novas tecnologias e o futuro das agências de viagens e turismo.

(…) Appropriate education, training, and knowledge will be the key to success and survival, and it is in these areas that the contents of this volume make a significant contribution.

Richard Butler, University of Strathclyde, Glasgow, in Prefácio

Estou certo de que este livro pode ser um bom contributo para ajudar à melhoria da qualidade do desempenho dos nossos agentes turísticos, em geral, e dos ligados à distribuição, em parti­cular. Dos atuais e dos que es­peram vir a sê-lo.

Jorge Umbelino, Universidade Nova de Lisboa, in Algumas Palavras

O livro Gestão de Agências de Viagens e Turismo inclui contribuições dos seguintes especialistas:

Índice 

Mais informação aqui.


 Turismo Acessível: Estudos e Experiências

2010

É hoje visível que em quase todos os destinos os turistas e outros visitantes beneficiam dos mesmos direitos que os cidadãos da região receptora, incluindo as populações que apresentam necessidades especiais, mas o problema que se identifica por toda a parte é que ambas as comunidades (receptora e emissora) se deparam regularmente com a existência de obstáculos à comunicação e à mobilidade que limitam o acesso destas populações a inúmeros locais de interesse turístico. O combate a esta situação generalizada deve partir de todos os que ensinam, aprendem e trabalham o turismo. Devemos encorajar e facilitar o turismo social, o turismo das famílias, das crianças, dos jovens e dos estudantes, dos idosos e das populações de mobilidade reduzida. Para tal, todos os agentes com intervenção na prática turística devem ter consciência dos benefícios socioeconómicos que o turismo responsável gera.

Índice 

Mais informação aqui.

 

 

Alcina Sousa

Faculdade de Artes e Humanidades, Universidade da Madeira

Alfonso VARGAS SÁNCHEZ 

Depto. de Dirección de Empresas y Marketing, Universidad de Huelva

António Sérgio Araújo de Almeida

CiTUR – Centro de Investigação Aplicada em Turismo
Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), IPLeiria

Brankica Todorovic

School of Economics, Uzice, Serbia

Elisabete Rodrigues

Instituto Politécnico de Portalegre

Jorge Abrantes

ESHTE, Universidade Aberta e ISEC Lisboa

Nuno Gustavo

ESHTE

Ricardo José Espírito Santo de Melo

Escola Superior de Educação (ESEC), Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), UNICID, IRNIST

Ricardo José Espírito Santo de Melo

Escola Superior de Educação (ESEC), Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), UNICID, IRNIST

 

Nuno Mateus

Solférias - Operadores Turísticos, S.A.

Eduardo Cabrita 

MSC Cruises

Sónia Morais Madureira e Castro

Turinvicta Viagens e Turismo Lda.

Rui Mário Oliveira

Viagens Lugares de Sonho

Nuno Fouto

Grupo Avoris Portugal